Virtualização “High End”

13 de janeiro de 2013 2 comentários

Hey people,

Hoje falaremos um pouco sobre a solução de virtualização da Oracle rodando sobre hardware Oracle,

Fiz uma passagem pela Oracle na semana passada e eles me mostraram do que é capaz o ambiente, porém a camada de hypervisor ainda está longe de ser um vmware, fizemos uns labs de virtualização e realmente ele não é IAAS e sim um PAAS, pois todo o deploy do SO é automatizado, inclusive configuração de IP placa de rede e demais dispositivos, quando você cria uma máquina nova ele entrega uma máquina virtual já conectada e pronta para ser usada, o que é interessante é que ela funciona por camadas e todo o hardware é interligado por uma interface 40Gbits, atualmente a única máquina Exalogic com a feature de virtualização foi a comprada pela empresa em que trabalho, segue o print do trabalho em camadas que a virtualização trabalha

Com otimizações e configurações associadas aos recursos da Exabus é possivel por exemplo uma máquina acessar recursos em outra máquina acessando diretamente pela memoria, outra sacada é o uso do SDP ao invés do TCP em algumas interfaces,

 

 

 

 

 

CategoriasUncategorized

Usando os “Shares”

11 de março de 2012 Deixe um comentário

 

Falaremos hoje um pouco sobre “shares” basicamente os “shares” são a prioridade que a máquina virtual terá sobre as outras, existe uma equação bem simples sobre “Shares”

 

MHzPerShare = MHzUsed / Shares 

 

Com essa expressão o sistema irá alocar o processador para a máquina que tiver o menor numero de Share/MHz, ou seja uma máquina que tenha 2500 Mhz e possua 2000 shares terá o valor de 1,25 MhzPerShare, com isso essa máquina ficara na frente de uma em outra condição por exemplo, suponhamos que uma máquina tenha 2500 Mhz porém tenha 500 Shares, com isso ela terá 5 MhzPerShare ou seja nossa primeira máquina que tinha 2000 shares terá precedencia a outra máquina, lembrando isso não é reserva nem limite é apenas um calculo de alocação de recurso por ciclo de uso.

 

Em breve explicarei o limit e o reservation, com isso fará mais sentido esse conteúdo.

CategoriasUncategorized

Certificação genérica de STORAGE

12 de dezembro de 2011 Deixe um comentário

Hoje em dia existem diversos fornecedores de solução para storage com isso fica difícil, a reunião de conhecimento suficiente para capacitar analistas especializados em soluções de storage, entendendo desse problema foi criado uma associação que representa esse grupo de empresas, das quais EMC, Fujitsu, Cisco e outras fazem parte, foi então que a SNIA (Storage Networking Industry Association) foi craida, atualmente essa entidade possui 3 níveis de certificação, segue desenho:

 

 

Acho uma boa esse tipo de iniciativa, uniões como essa podem facilitar a manutenção de ambientes além de possibilitar o acumulo de experiência, segue o0 link do site do SNIA, para quem fizer as provas uma boa sorte.

Componentes do vmware HA

14 de novembro de 2011 Deixe um comentário

Para manter a alta disponibilidade do HA o vMware utiliza 3 componentes:

VPXA
VMAP
AAM

HA

Começaremos pelo:

Technorati Marcas:

VPXA;

Provavelmente mais importante componente do VPXA, esse agente não é o responsável pelo HA más sim ele é o agente que permite o vCenter Server interagir com o ESX, ele também faz o controle de stop e start dos vmguests

Embora o HA seja configurável pelo vCenter Server o mesmo é bem flexível ele não precisa do vCenter para gerenciar um failover, por isso mesmo o vCenter sendo uma máquina virtual não há porque se preocupar com o vCenter em caso de falha do host que o hospeda, pois será feito restart de todas as máquinas em um outro host, porém a priorização de máquinas deve ser feita de maneira correta para evitar qualquer problema de dependência.

Uma boa prática que vem sendo aconselhada para o funcionamento correto do HA e o uso dos hostnames do hosts em FQDN, o HA armazena essa informação dentro de de um arquivo chamado “FT_HOSTS”, no caso do vSphere 4.0 update 1 ele fará a adição das entradas no arquivo /etc/hosts, essas entradas são adicionadas automaticamente garantindo que isso não interferirá no HA.

Como boa prática não utilize a edição de arquivos hosts de maneira estática, isso causara problemas durante um troubleshooting.

VMAP Plug-In;

VMAP é o processo que faz a comunicação com o host, por exemplo; caso o VPXA queira falar com o host (AAM) o processo VMAP fará a tradução dessa comunicação, quando uma máquina muda de estado de on para off o mesmo faz a tradução para AAM e para o VPXA fazendo com que os dois aceitem a nova informação

AAM;

O componente mais importante para o HA, AAM (Automated Availability Manager), esse agente é responsável por uma dezenas de funções das quais as mais importantes são, comunicação com os recursos do host, estado das máquinas virtuais e propriedade do HA para outros hosts no cluster AAm armazenas todas essas informações e garantindo consistência pela replicação por todos os primary nodes, essas informações não são armazenadas pela memória RAM, porém são salvas localmente ou via storage ou FLASH memory.

Uma outra tarefa desse agente é a função de heartbeat responsável por garantir  a detecção de host isolations e outras falhas que afetem o ambiente.

Pro ser o componente mais importante do HA os desenvolvedores colocaram um watchdog onde o mesmo monitora os processos ativos e sempre aloca um novo processo caso o anterior venha a falhar, dando a esse importante processo uma nova camada de resiliência.

Categoriasvmware Tags:, , ,

Ferramenta para extarir informação do vmware

5 de novembro de 2011 2 comentários

Algumas solicitações burocráticas acabam demandando muito tempo, com isso gastamos tempo desnecessário para cumprir outras tarefas, possívelmente com essa ferramenta será possível o provisionamento de um ambiente para um futuro próximo sem gerar gargalos, essa ferramenta pertence a robware site esse que pertence a um Holandes que possui um vasto conhecimento de desenvolvimento de softwares, com o RVTools é possível pegar informações de hostname, máquinas, uso de disco, processadores, versão de vmtools, versão de hardware e outros como snapshot, logs de erros e outras informações, além disso é possível exportar todas essas informações para um Excel, vamos aos detlhes;

Nome da ferramenta: RVTools

Versão: 3.2

Site do desenvolvedor: http://www.robware.net/

Categoriasvmware Tags:, , ,

Lab on demand

2 de novembro de 2011 Deixe um comentário

Procurando sobre opções de LAB para prover o uso de recursos mais parecido possível com o ambiente de produção de uma empresa iniciei uma pequisa onde dentro de um forum da vMware onde encontrei a seguinte empresa, http://virtualization.info/en/dond essa empresa aluga um lab completo com switchs, servidores, storages e outros mais para realizar testes de mudanças para ambientes críticos, creio que serviços como esses são bem vindos pela comunidade TI, além de ser uma opção para realizar lab’s de treinamento para exames por exemplo.

Quem souber de outros  e quiser compartilhar fique à vontade.

Categoriaslab Tags:

Primeira postagem!!!

31 de outubro de 2011 1 comentário

Já faz um tempo que eu ensaio começar um blog sobre TI, porém até agora não consegui fazer um blog que tivesse um conteúdo interessante, porém a ideia do vsquare.net é falar sobre Cloud Computing e tudo que envolva esse tema (hadware, software, ferramentas, livros e etc), tentarei fazer uma postagem por semana de algo novo, ou algo que mereça ser divulgado.

Guazzelli

CategoriasUncategorized
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.